Museu do Douro – Régua, Portugal

Os planos de Biombos definem o percurso. O rigor do desenho oferece o contraste controlado com o edifício preexistente. Os painéis permitem o “jogo” de métricas, possibilitando o encaixe de sistemas expositores de dimensões variáveis. Vitrinas em vidro com e sem porta garantem a segurança e a atmosfera controlada. Complementa-se a exposição com “caixas” de diferentes volumes que pontuam o percurso e servem de base às peças expostas.

Arquitectura
Fernando Maia Pinto

Ano
2008

Produtos
Biombos e produto especial

Fotografia
Iduna